teclado para teste de digitação

Teste de Digitação: O Que é, Como Fazer e Dicas Para Passar e mais!

Engana-se quem pensa que o teste de digitação é um coadjuvante no mercado de trabalho. Pelo contrário, ele tem ganhado cada vez mais força. Para se ter uma ideia, o programa de trainee do Magazine Luíza incluiu esse teste no processo seletivo. 

Além disso, concursos públicos da Polícia Civil, Polícia Federal e áreas jurídicas continuam avaliando as habilidades de digitação do candidato. Nesses testes, são observados a grafia correta assim como a velocidade em cumprir as tarefas. 

Mas, o que é um teste de digitação? Como ele funciona? Quais são os segredos para ser aprovado? 

Quer saber mais informações? 

Continue lendo este texto e tire todas as suas dúvidas. 

O que é um teste de digitação? 

O teste de digitação tem como objetivo medir o desempenho de uma pessoa quando ela digita uma mensagem ou qualquer tipo de documento no computador. Ele avalia a grafia correta das palavras e o tempo gasto que cada pessoa utilizou para cumprir o desafio. 

A postura correta na cadeira e a posição adequada dos dedos nas teclas do computador influenciam diretamente em seu resultado. Um erro pode prejudicar a sua aprovação no teste. 

Como funciona um teste de digitação? 

Foi-se o tempo em que os testes de digitação eram aplicados somente em concursos públicos. Recentemente, o programa de Trainee do Magazine Luiza anunciou que esse tipo de teste faz parte das etapas do processo seletivo. Portanto, uma boa preparação é fundamental. 

Em grande parte dos concursos públicos, os candidatos devem digitar entre 1.500 a 1.800 characters, entre seis a onze minutos. Inicialmente, parece uma loucura, não é mesmo? Mas com um aprendizado contínuo é possível alcançar essa meta. 

Mas com uma média de 200 TPM (toques por minuto) você consegue atingir essa meta tranquilamente. Confira algumas métricas sobre digitação aqui.

Nunca é demais lembrar que alguns concursos públicos também solicitam conhecimentos básicos em programas, como Word e Excel. 

Quantas palavras é possível digitar por minuto? 

Segundo um estudo divulgado pela Universidade de Cambridge com mais de 160 mil voluntários, a velocidade média de digitação dos participantes em teclados físicos é de 52 palavras por minuto. 

O relatório ainda concluiu que a média é baixa se for comparada aos datilógrafos profissionais que executam as suas funções nas décadas de 70 e 80. Naquele período, eles conseguiam teclar entre 60 a 90 palavras. 

Porém, antes mesmo do estudo, algumas pessoas tiveram resultados impressionantes, como 120 palavras digitadas em um minuto. 

No smartphone, o resultado foi menor. Segundo um grupo de universidades, que analisou 37 mil pessoas, a digitação móvel é em torno de 36 palavras por minuto. 

O que fazer para passar em um teste de digitação? 

A partir de agora, vamos listar diversas dicas que podem ajudá-lo a conseguir a aprovação seja em um concurso público ou processo seletivo.

Vamos lá? 

Ganhe confiança 

O primeiro passo para conseguir aprovação no teste é conquistar a confiança em sua relação com os teclados. No início, procure ter mais calma. O mais importante é aprender a técnica correta, ajustar a posição dos dedos e a postura. Quando temos paciência, a velocidade da digitação aumenta naturalmente. 

Pratique com frequência 

Precisamos ser sinceros. Para conseguir um bom desempenho nos teclados, o treinamento deve ser constante. Caso contrário, terá mais dificuldades de alcançar os seus objetivos. 

Uma pessoa que treina, pelo menos, 30 minutos por dia tem mais chances de sucesso se for comparado com quem já desistiu no início do caminho. 

A prática de digitação é semelhante a rotina de um corredor. Para ser um dos melhores atletas do mundo, Usain Bolt treina com bastante frequência. Então, inspire-se nesse grande campeão e tenha resultados incríveis. 

Quantas palavras é possível digitar por minuto? 

Segundo um estudo divulgado pela Universidade de Cambridge com mais de 160 mil voluntários, a velocidade média de digitação dos participantes em teclados físicos é de 52 palavras por minuto. 

O relatório ainda concluiu que a média é baixa se for comparada aos datilógrafos profissionais que executam as suas funções nas décadas de 70 e 80. Naquele período, eles conseguiam teclar entre 60 a 90 palavras. 

Porém, antes mesmo do estudo, algumas pessoas tiveram resultados impressionantes, como 120 palavras digitadas em um minuto. 

No smartphone, o resultado foi menor. Segundo um grupo de universidades, que analisou 37 mil pessoas, a digitação móvel é em torno de 36 palavras por minuto. 

O que fazer para passar em um teste de digitação?

A partir de agora, vamos listar diversas dicas que podem ajudá-lo a conseguir a aprovação seja em um concurso público ou processo seletivo.

Vamos lá? 

Ganhe confiança 

O primeiro passo para conseguir aprovação no teste é conquistar a confiança em sua relação com os teclados. No início, procure ter mais calma. O mais importante é aprender a técnica correta, ajustar a posição dos dedos e a postura. Quando temos paciência, a velocidade da digitação aumenta naturalmente. 

Pratique com frequência 

Precisamos ser sinceros. Para conseguir um bom desempenho nos teclados, o treinamento deve ser constante. Caso contrário, terá mais dificuldades de alcançar os seus objetivos. 

Uma pessoa que treina, pelo menos, 30 minutos por dia tem mais chances de sucesso se for comparado com quem já desistiu no início do caminho. 

A prática de digitação é semelhante a rotina de um corredor. Para ser um dos melhores atletas do mundo, Usain Bolt treina com bastante frequência. Então, inspire-se nesse grande campeão e tenha resultados incríveis. 

Treine corretamente 

Não adianta treinar diariamente se esse processo não for executado corretamente. Para aprender a digitar com todos os dedos, você deve ter paciência e começar aos poucos. 

O primeiro passo é posicionar os dedos indicadores sobre as letras F e J. Já os polegares devem ser colocados sobre a barra de espaço. As teclas Q, A e Z devem ser digitadas com o dedinho. O dedo anelar cobre as letras W, S e X. O dedo médio cobre as letras E, D e C. Enquanto o indicador, deve cobrir as letras R, F, V, T, G e B.

A tecla Shift deve ser utilizada de forma cruzada. Em outras palavras, você deve acionar a mão direita para ativar a letra maiúscula e a mão esquerda para ativar o Shift.

Leia o texto com atenção 

Nunca é demais lembrar o quanto é importante verificar se todas as palavras que começam uma frase estão com letra maiúscula. Outra dica interessante é observar se os sinais de pontuação são empregados de maneira correta. Se não tiver certeza sobre a grafia de um termo ou uma palavra, reserve um período do tempo para digitá-la com calma e com precisão. 

Verifique o teclado antes da prova 

Antes de iniciar o teste, você deve verificar o funcionamento do teclado. Inicialmente, é importante analisar se todas as teclas estão digitando corretamente. Para facilitar o trabalho, digite a seguinte frase: “A rápida raposa marrom pula sobre o cachorro preguiçoso”. Esse processo pode ser feito em um bloco de notas ou qualquer outro tipo de editor de texto. 

Depois, verifique os números de 0 a 9 e os símbolos dos teclados. 

  •  / (barra);
  • – (traço);
  • _ (sublinhado);
  • # (número);
  • @ (arroba). 

Ao perceber que um teclado não está funcionando corretamente, peça para que o periférico seja substituído ou para sentar em qualquer outro PC em que a tecla esteja funcionando.

Evite olhar para o teclado 

Um dos grandes erros  de digitação é olhar para o teclado. Quando o aluno desvia o foco, ele tem mais dificuldades de encontrar as letras exatas para aquela determinada frase. 

Você deve visualizar o teclado somente quando não sabe onde está localizada uma letra ou um número. Porém, esse recurso deve ser utilizado apenas em “casos de emergências”. 

Como fazer isso? É simples, existem cursos voltados para memorização de teclas, como o curso Digitow de Digitação. São exercícios voltados por posicionamento de dedos e teclas, trabalhando separadamente, acentuação, pontuação, palavras, números e etc.

Não pule palavras 

Um dos principais erros em um teste de digitação é pular palavras mais longas. Esse tipo de comportamento é muito ruim, pois mostra que o candidato não tem precisão e uma boa velocidade. Por isso, tente digitar todas palavras.

Se errar uma palavra, não use o Backspace. Continue digitando normalmente. Ao apagar um termo, você pode gastar muito tempo durante esse processo. Opte por digitar o restante do texto com cuidado. Dessa forma, terá resultados mais positivos. 

Mantenha a postura correta 

Muita gente não sabe, mas a postura influencia diretamente em seus resultados. Ao trabalhar com o computador, o mais indicado é deixar os pés firmes e as costas bem apoiadas. 

O conteúdo de digitação precisa estar no nível dos seus olhos ou em uma posição onde é possível visualizá-lo sem fazer muito esforço. Já os teclados devem ser posicionados de modo que os braços possam alcançá-los com facilidade. Além disso, lembre-se de apoiar os cotovelos. Caso contrário, poderá ter dores durante a rotina de trabalho. 

Analise os números 

Uma das principais vantagens do teste é que ele traz o progresso do aluno enquanto ele digita. Por isso, seja proativo e aja de acordo com o seu desempenho. Se a precisão estiver baixa, isso significa que digitou incorretamente. O mais indicado é reduzir a velocidade por alguns segundos e digitar com mais precisão. 

Se o relatório mostrar que a velocidade está baixa, acelere os dedos, como se você dirigisse um veículo para uma festa ou para buscar no aeroporto.

Para facilitar a análise da sua performance, acompanhe métricas de digitação, como: Toques por minuto (TPM), Palavras Por Minuto (PPM/WPM), Palavras Erradas (PE / WK – Wrong Keyword), Toques Errados (TE / WT – Wrong Type), Letras Por Minuto (LPM), Toques Líquidos (TL) e Toques brutos (TB).

Elimine vícios 

Não é complicado encontrar pessoas que digitam somente com o dedo indicador ou utilizando apenas dois dedos das mãos. Para conseguir ter sucesso com a digitação, é fundamental usar todos os dedos. Os testes online podem ajudá-lo durante esse processo. 

Treine com os melhores teclados

Outra dica interessante é treinar com os melhores teclados para digitação. Muito gente não sabe, mas investir em um teclado ergonômico é uma das melhores saídas para otimizar o seu aprendizado. 

Existem diversos modelos disponíveis no mercado. Dentre os mais comuns, encontram-se: teclado dividido, teclado contornado, teclado de mão e teclado dividido em ângulo. Conheça as características de cada uma e escolha a melhor alternativa para o seu perfil. 

Use os jogos de digitação ao seu favor 

A internet contém diversos jogos de digitação que ajudam a potencializar o aprendizado do aluno de um jeito prático e divertido. Uma das principais vantagens é que eles são gratuitos. Basta ter um computador com acesso a internet para aproveitar os recursos que estão disponíveis para os usuários.

Aprimore a flexibilidade dos dedos 

Uma das principais dificuldades na hora de aprender a digitação é garantir a flexibilidade nos dedos. Ela ajuda a ter mais precisão e agilidade na relação com os teclados. Para isso, recomendamos fazer exercícios diários durante o expediente. Reserve alguns minutinhos em sua agenda para essa tarefa e melhore os seus resultados. 

Uma das opções mais comuns é o levantamento de dedos. A proposta dessa atividade é potencializar a amplitude do movimento. Inicialmente, o digitador deve deixar a mão espalmada, com a palma para baixo. Coloque a mão sobre uma superfície ou uma mesa. 

Depois, levante um dedo de cada vez da mesa. Em seguida, deixe o dedo na mesma posição. Você pode ainda elevar todos os dedos e o polegar simultaneamente e, logo em seguida, abaixá-los. Para garantir bons resultados, o ideal é fazer o movimento entre oito a 12 vezes em cada mão. 

Outra atividade bastante eficiente é o fortalecimento dos músculos. Ele tem como proposta fortalecer os músculos dos dedos das mãos e do polegar. Primeiro, você deve pressionar uma bola de espuma macia. Em seguida, aperte por 30 a 60 segundos. Esse processo deve ser executado entre 10 a 15 vezes com as duas mãos. O aluno precisa praticar o exercício entre duas a três vezes semanalmente. 

Um dos erros mais comuns dos praticantes é exagerar nessa atividade. Para evitar dores ou outros tipos de problemas, descanse as mãos por 48 horas. Antes de iniciar o exercício, é importante verificar se o polegar não está com lesões. Assim, você não sinta incômodos durante a execução. 

Crie uma rotina de estudos 

Você pode utilizar a mesma rotina de estudos que os concurseiros colocam em prática para ter sucesso em processos seletivos. Existem algumas dicas que deixam esse processo mais fácil, como: priorize o seu tempo, estabeleça objetivos, desenvolva uma programação, estabeleça um período para descanso e pausas, entre outros.

Qual é o melhor site para aprender a digitar? 

Existem diversas opções no mercado para aprender a digitar, como a Digitow. Trata-se de uma plataforma que foi construída para avaliar o seu desempenho e a velocidade da digitação. Ela oferece vários recursos interessantes para os alunos. 

  • Relatório em tempo real com o seu desempenho; 
  • Introdução das tarefas em vídeo; 
  • Ranking de digitação para desafiar pessoas do mundo inteiro; 
  • Certificado após a conclusão das tarefas. 

O site é prático e indicado até para as pessoas que não têm muita habilidade com a tecnologia. A escolha de um boa plataforma é essencial para garantir o seu sucesso com a digitação. 

Após descobrir as principais informações sobre como funciona um teste de digitação, faça seu teste de velocidade aqui, se achar que está indo mal, você pode fazer um curso da Digitow para se aperfeiçoar.

Deixe um comentário